MAR

MAR

29 janeiro, 2018

O Livreiro de Paris de Nina George





Trata-se de um livro sobre livros, sobre o amor e a amizade, mas sobretudo sobre a redenção. O protagonista, Jean Perdu vende livros num barco, atracado no Sena, que transformou em livraria e à qual atribuiu o nome excepcional de Farmácia Literária. Isto porque Jean se recusa a vender um livro qualquer aos seus clientes. Ele receita-lhes livros que vão de encontro aos seus problemas. No entanto, este “farmacêutico”, leitor de almas não consegue resolver o seu próprio problema que dura há vinte anos, desde que Manon, a sua amada, o abandonou deixando-lhe uma carta que ele nunca leu. Ele isola-se do mundo, vive fechado nas suas memórias e na dor de um amor perdido. Só passado todo esse tempo, quando finalmente leu a carta, que lhe foi entregue por outra mulher, ele compreendeu a razão pela qual Manon, o deixara. Este acontecimento vai alterar por completo a sua vida. Foge de Paris, no seu barco, e dirige-se até ao sul (Provença) para tentar resolver esse capítulo da sua vida. Se não conseguir afastar os fantasmas que o perseguem nunca mais conseguirá ser feliz. 
Com ele viaja um jovem escritor, Max, que também procura inspiração para um novo livro. A viagem revela-nos várias peripécias, dá-nos a conhecer algumas personagens divertidas e divulga-nos livros interessantes. 

O livro é interessante com algum sentido de humor, e acaba por conquistar o leitor porque o amor, a amizade, a perda, o autoconhecimento e a reconciliação com o passado são os pontos fortes desta obra.



Sem comentários: