MAR

MAR

10 dezembro, 2010

Livro europeu do Ano


O italiano Roberto Saviano foi distinguido com o Prémio Livro Europeu do Ano, na categoria de não ficção, com “A Beleza e o Inferno”, e a finlandesa Sofi Oksanen venceu na de ficção, com o romance “Purge”.
O júri, presidido pelo escritor e realizador alemão Volker Schlöndorff, decidiu premiar dois livros marcados pela violência que se exerce no norte e no sul do continente europeu.

“Purge” (“Puhdistus”, em finlandês), editado pela Stock e já distinguido com o Prémio Femina Étranger 2010, relata a violência de que foram vítimas as mulheres estónias durante a ocupação soviética.

Com “A Beleza e o Inferno”, volume que reúne vários ensaios e reportagens, o jornalista italiano Roberto Saviano triunfou sobre as 26 obras propostas pelos outros países da União Europeia, entre as quais as de nomes como Eduardo Lourenço.

O Prémio Livro Europeu do Ano é organizado pela União Europeia e tem como objectivo promover os valores europeus e contribuir para uma melhor compreensão dos cidadãos da União Europeia como entidade cultural.

Notícia completa in Público

Sem comentários: