MAR

MAR

07 agosto, 2018

O Leitor do Comboio de Jean-Paul Didierlaurent




Livro delicioso que, com uma escrita simples, levanta algumas questões interessantes como a importância da leitura em voz alta e o destino dos livros que não são vendidos pelas editoras. 

Guylain Vignolles, personagem discreta e simples, trabalha, sob vigilância do seu patrão através de várias câmaras, numa fábrica que destrói livros. É ele o responsável pela manobra e manutenção da Zerstor 500 (A Coisa). O trabalho é aborrecido e Guylain não gosta do que faz. O único momento de satisfação, apesar do perigo que corre, é quando faz a limpeza da Coisa pois permite-lhe recuperar as páginas soltas que não são destruídas e guardá-las para si. Estas serão objecto de leitura nas viagens de comboio de casa para o emprego, em voz alta. 

Um dia, no lugar que habitualmente ocupa no comboio, encontra uma pen que contém vários documentos que relatam o dia-a-dia de uma empregada de limpeza. Este facto vai alterar o teor das suas leituras e o rumo da sua vida.


Sem comentários: