MAR

MAR

27 outubro, 2018

Os irmãos Karamazov de Dostoievsi




O último livro escrito por Dostoiévski, Os irmãos Karamazov, é grandioso e complexo. Este romance extenso é um verdadeiro tratado de análise social, de ética e de psicologia que lega ao leitor as visões do próprio autor sobre a sociedade. 

À medida que avançamos na narrativa, vamos conhecendo o carácter das personagens inseridas numa pequena cidade russa onde todos se conhecem. Há dramas terríveis, paixões arrebatadoras, opiniões extremas e contraditórias que levantam grandes questões como a existência de Deus, o bem e o mal, a honra, a traição, o poder da justiça, a vida e a morte, a imortalidade.


17 outubro, 2018

Itamar Vieira Junior vence Prémio Leya 2018



O romance Torto Arado do brasileiro Itamar Vieira Junior venceu o Prémio Leya.  Segundo o júri desta  10.ª edição, o Prémio Leya foi concedido por unanimidade. O júri referiu  que se trata de "Um romance que parte de uma realidade concreta, em que situações de opressão quer social quer do homem em relação à mulher, a narrativa encontra um plano alegórico, sem entrar num estilo barroco, que ganha contornos universais", e acrescenta que o livro premiado "destaca-se pela qualidade literária de uma escrita em que se reconhece plenamente o autor". 

Além de autor, é geógrafo de formação e doutorado em Estudos Étnicos e Africanos. Nasceu em 1979 e é natural de São Salvador da Bahia.

 348 originais provenientes de 13 paises apresentaram-se a concurso, dos quais foram selecionados sete obras para a decisão final. 

Antes deste autor já venceram o Prémio Leya o escritor brasileiro Murilo Carvalho, o moçambicano João Paulo Borges Coelho, e os portugueses João Ricardo Pedro Portugal, Nuno Camarneiro, Gabriela Ruivo Trindade Portugal, Afonso Reis Cabral, António Tavares Portugal e João Pinto Coelho.

O Prémio Leya, que tem como objetivo distinguir um romance inédito escrito em português. A primeira edição realizou-se em 2008.  O prémio só não foi atribuído por duas vezes, em 2010 e 2016, devido ao júri considerar que as obras a concurso não tinham o nível que o galardão exige.


03 outubro, 2018

Espero por ti na próxima tempestade de Yves Robert







Rafael, personagem central do romance, acredita nas explicações sobrenaturais desde muito jovem. Aos onze anos, um acontecimento vai alterar o rumo da sua vida. É esta a história que nos é narrada pelo próprio, na primeira pessoa, e por outras duas outras personagens fulcrais na vida de Rafael. Trata-se de uma narrativa fragmentada, mas acessível e fascinante pois mantém o interesse do leitor até ao final da história. 
Gostei deste primeiro romance de Yves Robert.