MAR

MAR

05 setembro, 2018

A Trança de Inês de Rosa Lobato de Faria



Ler este livro é reviver a lenda de “Pedro e Inês”, história de um amor impossível condenado à tragédia, aqui narrado em três tempos: passado (século XIV), presente (século XX) e futuro (século XXI) que se entrelaçam e que por vezes dificilmente se distinguem. Este aspecto, na minha opinião foi muito bem conseguido, pois a autora transita habilmente de uma época para a outra. 

Nas três histórias, temos sempre o protagonista Pedro (Pedro o Cru; Pedro Santa Clara e Pedro Rey), o sujeito amado a bela Inês de tranças “de ouro fino”, a esposa Constança e o oponente Afonso, o pai. É Pedro que louco e internado numa clínica e sob o efeito da medicação vai narrando as histórias através de recordações e da construção de uma distopia (parte que muito me agradou pela criatividade). “Este doente Pedro Santa Clara tem uma mente verdadeiramente perturbada, viaja para épocas que não existem, passa-se tudo na imaginação dele que é delirante, doentia, mórbida” (p.180) 

Três tempos, três histórias, três destinos, uma paixão louca. Uma escrita simples, poética e criativa. Vale a pena ler. 
“Que eternidade será a minha se continuar a transportar esta mistura aleatória de três vidas, quem sabe se depois de morto recordarei mais trinta, quem sabe se viverei mais três e assim sucessivamente pelos séculos dos séculos” (p.157).


O livro será adaptado ao cinema e estará nos cinemas a 18 de Outubro.
http://www.pedroeinesofilme.pt Filme de António Ferreira a partir do romance "A Trança de Inês" de Rosa Lobato de Faria com Diogo Amaral, Joana de Verona, Vera Kolodzig, Cristóvão Campos, Custódia Gallego, João Lagarto, Miguel Borges e Miguel Monteiro.

https://www.youtube.com/watch?v=AYdUMDf8RuQ


Sem comentários: