MAR

MAR

14 março, 2017

Serviços Mínimos de Felicidade de Paulo Kellerman





Através de um monólogo interior, o leitor fica a saber que, num dia bonito, uma família sofreu um acidente de viação. Para fugir à realidade (estado da filha, deslocação em ambulâncias, espera numa sala de hospital, ...) a mãe, que pode perder a filha, usa o pensamento para num turbilhão de dúvidas, contradições, emoções, medos, fantasias, desvarios, nos colocar perante a incerteza de um quotidiano banal onde as relações e os afectos são constantemente postos em causa.
 
 

Sem comentários: