MAR

MAR

25 abril, 2010

Feira do Livro de Lisboa - 80ª Edição


A 80ª edição da Feira do Livro de Lisboa, organizada pela APEL começa, este ano, a 29de Abril e prolonga-se até 16 de Maio, contando, também com novo horário, stands e programação.


Programa:
Dia 29 de ABRIL
14h30 - Dá-me um livro... Conta-me uma história. Que história é esta do livro que tu me dás, que queres conhecer e ainda não sabes ler? (Espaço Bibliotecas Municipais de Lisboa).
18h30 - República e Monarquia, debate moderado por Maria João Costa (Aud. APEL).

Dia 30
17h - Apresentação da obra Angelina Vidal - Escritora, jornalista, republicana, revolucionária e socialista (Aud. APEL).
21h15 - Stonesbones & Bad Spaguetti, folk/bluegrass (Palco Central)

Dia 1 de MAIO
11h30 - Histórias com cheiros (Espaço Bibliotecas Municipais de Lisboa).
18h30 - Os melhores livros do ano, debate moderado por José Mário Silva (Aud. APEL).

Dia 2
11h - Saxofones pedagógicos 4teto de saxofones: Pedro e o Lobo (Palco Central).
17h30 - Livros infantis, debate moderado por Luís Caetano (Aud. APEL).

Dia 3
21h15 - Nanã Sousa Dias 4teto, jazz/ /fusão (Palco Central).

Dia 4
14h30 - Oficinas de Expressão. Ouvimos histórias que nos encantam, para com as mãos criarmos a nossa própria história (Espaço Bibliotecas Municipais de Lisboa).
19h30 - Convesas com... Clara Pinto Correia (Espaço EDP).

Dia 5
14h30 - Aqui há ninho, aprender a construir um ninho artificial (Espaço Bibliotecas Municipais de Lisboa).
21h15 - Raspa de Tacho 4teto, música brasileira (Palco Central)

Dia 6
18h30 - Livro com arte, debate moderado por João Morales (Aud. APEL).
21h15 - Politonia 4teto, jazz (Palco Central).

Dia 7
18h30 - Os livros da minha vida, debate moderado por Filipa Melo (Aud. APEL).
21h15 - Jazz à Sexta: El Fad (Palco Central).

Dia 8
17h30 - Debate sobre os mistérios do sono, com Teresa Paiva e Helena Rebelo Pinto (Praça Verde).
21h15 - Kumpania Algazarra Octeto, ska/músicas do mundo (Palco Central).

Dia 9
11h - Exposição Reinventar e Ilustração, a partir de ilustrações de André Letria e Danuta (Espaço EDP).
17h30 - Bruxas, vampiros e zombies, debate moderado por Luís Caetano (Aud. APEL).

Dia 10
14h30 - Árvores de Lisboa, construção de painéis ilustrativos das espécies arbóreas de Lisboa.
21h15 - Poezz 5teto, poesia/jazza (Palco Central).

Dia 11
21h - Lisboa e a República, debate moderado por António Reis.
21h15 - Intempore 4teto de cordas, música clássica (Palco Central).

Dia 12
21h15 - Mistura Fina 4teto, jazz/soul/ /R&B (Palco Central).

Dia 13
21h15 - Laura Ferreira 4teto, jazz vocal (Palco Central).
21h30 - Literatura bíblica e música (Aud. APEL).

Dia 14
18h30 - Poesia portuguesa no séc. XXI, debate moderado por José Mário Silva (Aud. APEL).
21h15 - Jazz à Sexta: Septeto do Hot Clube de Portugal (Palco Central).

Dia 15
15h - Bullying: Da impotência à violência, com Tânia Pais, Ana Almeida e Ana Vasconcelos (Espaço EDP).

Dia 16
11h - Crokorócódilo, marionetas de fios (Palco Central).
18h - Quero ser autor, e agora?, debate moderado por Filipa Melo (Aud. APEL)

in Visão on line

As ervas daninhas de Alain Resnais


Um filme de Alain Resnais com Sabine Azéma, André Dussollier, Emmanuelle Devos, Mathieu Almaric
(France)
Género : Drama - Duração : 1H44 mn
Apresentadono Festival de Cannes a 20 de Maio de 2009

16 abril, 2010

Fotografia inédita de Rimbaud




Uma fotografia inédita de Arthur Rimbaud, que mostra o poeta sentado numa varanda do Hotel de l’Univers, em Aden, na Abissínia, foi encontrada por acaso por dois livreiros numa feira de rua de antiguidades. A imagem, a única que existe de boa qualidade mostrando Rimbaud adulto, não está datada, mas os dois livreiros, Jacques Desse e Alban Caussé, acreditam que pode ter sido captada no início de 1880.

A descoberta, que aconteceu há cerca de dois anos, foi um puro acaso. A fotografia, que mostra um grupo de seis homens e uma mulher, fazia parte de um conjunto de imagens de Aden e chamou a atenção de Desse e Caussé por ter escrito na parte de trás Hotel de l’Univers – um dos dois estabelecimentos hoteleiros administrados por franceses na colónia, e precisamente aquele em que Rimbaud estivera instalado em Aden, onde viveu os últimos anos da sua vida, antes de morrer em França, aos 37 anos.

São muito raras as imagens de Rimbaud durante o período em que viveu em África, e em nenhuma é possível distinguir claramente os traços do seu rosto. Na que agora os dois livreiros divulgaram o rosto vê-se nitidamente, os olhos tristes, um pequeno bigode.

Para confirmarem as suspeitas de que poderia tratar-se do poeta, os dois homens pediram a ajuda de Jean-Jacques Lefrère, biógrafo de Rimbaud, que, ao fim de uma investigação, e de comparações com as imagens de adolescência do poeta, confirmou que se trata efectivamente dele.

in Público online

Al Berto Poeta de Sines Homem do Mundo em exposição no CCEN

VALORES DO SÍTIO DE SINES
CENTRO CULTURAL EMMÉRICO NUNES
17 de Abril a 29 de Maio
2ª Feira a Sábado
14h30-18h30





15 abril, 2010

Centro Pompidou agora também em Metz

model, courtesy shigeru ban architects


Um dos novos museus da actualidade está prestes a ser inaugurado: o Centro Pompidou de Metz, projectado por Shigeru Ben e por Jean de Gastines, abrirá as suas portas ao público durante o mês de Maio.

A escolha de Metz para novo
Centro Pompidou corresponde à ideia que, como a arte, Metz é uma cidade que reflecte a sua época sem deixar de preparar o futuro. Assim o objectivo do Centro Pompidou é surpreender o visitante, a partir das 60 000 obras apresentadas.

Estas obras estão acolhidas num edifício que representa só por si uma obra arquitectónica. Estende-se à volta de uma seta de 77 metros de altura para recordar o ano da abertura do museu parisiense.

A primeira exposição “Chefs d’oeuvre” apresentará obras, na maioria provenientes do museu de arte moderna parisiense.

08 abril, 2010

Laço Branco de Michael Haneke no CAS

Hoje, às 22h no CAS


Livraria Buchholz reabre as portas


"A quarta vida da Buchholz, de 65 anos, começa hoje às 18 horas, com o concerto da cantora Maria Viana, com Júlio Resende no piano, e com descontos de 10% em todos os livros. Quarta, porque começou em 1943 na Avenida da Liberdade, em 1965 passou para Rua Duque de Palmela e em 2008 ganhou uma irmã gémea no Chiado."

mais em ionline

03 abril, 2010

Diabo na Cruz passaram pelo CAS

Diabo na Cruz estiveram hoje no CAS e foram endiabrados. Jorge Cruz, B Fachada, João Pinheiro, Bernardo Barata e João Gil formam um grupo de músicos que vão, certamente, conquistar muitos adeptos para a nova proposta musical que alia a música popular portuguesa ao rock. Surpreendente e muitíssimo agradável.