MAR

MAR

06 julho, 2009

Os amigos



Os amigos amei
Despido de ternura
Fadigada;
Uns iam, outros vinham
A nenhum perguntava
Porque partia,
Porque ficava;
Era pouco o que tinha,
Pouco o que dava,
Mas também só queria
Partilhar
A sede da alegria –
Por mais amarga.

Eugénio de Andrade
1923 - 2005

Sem comentários: