MAR

MAR

20 julho, 2009

a lua é dos astronautas há 40 anos ... dos poetas, desde sempre...


o esplendor dos lábios deixa a noite
devassar o sorriso do rapaz onde pernoito

aprisiono luas dentro da gaiola de água
fujo com o domador de astros
pelos segredos do mar

a tinta dos limos manchou-lhe a embriaguez
nas mãos pararam os gestos e o receio de tocar
um deus
no peito rebentou o novelo de luzes
quando os sexos se derramaram

mas a tristeza não é o que sobejou da adolescência
a tristeza é o envelhecimento precoce
das palavras que sabemos para a ocasião
e já não têm voz
quando o coração vai pelo gume das horas possíveis

ainda guardo a gaiola de luas desassossegadas
mas o domador de astros diluiu-se no instante
em que tudo se ofereceu e tudo se perdeu


Al Berto, O Medo

Sem comentários: