MAR

MAR

08 março, 2009

A MULHER

vou escrever na pedra a palavra amor - inventar uma textura na minha estória pessoal. há uma ruga na pedra sulcada pela minha lágrima. se a pedra sorrir vou me esconder no riso dela. se o vento vier vou alisar o tempo perdido e construir memórias.
primeiro vou beijar amulher, depois a pedra.

se sobrarem beijos, vou atirá-los a favor do vento.

Ondjaki, in MATERIAIS PARA CONFECÇÃO DE UM ESPANADOR DE TRISTEZAS

1 comentário:

Tiago Pereira da Silva disse...

Realmente a par de G. M. Tavares e J L Peixoto, Ondjaki apresenta-se para mim como um dos grandes interpretes da língua portuguesa no mundo. Poeta e prosador genial.
Parabéns pela escolha.:))
Rodrigo Camelo