MAR

MAR

28 maio, 2008

Festival Músicas do Mundo, Sines - Programa


O FFM de Sines comemora o 10.º aniversário com 10 dias intensos de música.

São quarenta espectáculos e iniciativas paralelas repartidos por quatro palcos montados na aldeia de Porto Covo (junto ao Porto de Pesca) e na cidade de Sines (Centro de Artes de Sines - CAS, Avenida Vasco da Gama e Castelo).


CONCERTOS

Quinta-feira, 17 de Julho

- Siba e a Fuloresta (Brasil), 19h00, Ruas do CAS

- Bassekou Kouyaté & Ngoni Ba (Mali), 22h00, Auditório do CAS

- Serra-lhe Aí!!! & Os Rosais (Galiza), 00h00, Ruas do CAS

Sexta-feira, 18 de Julho

- A Naifa (Portugal), 21h30, Porto Covo

- Herminia (Cabo Verde), 23h00, Porto Covo

- Hazmat Modine (EUA), 00h30, Porto Covo


Sábado, 19 de Julho

- Flat Earth Society meets Jimi Tenor (Bélgica / Fin.), 21h30, Porto Covo

- The Last Poets (EUA), 23h00, Porto Covo

- Enzo Avitabile & Bottari (Itália), 00h30, Porto Covo

- Domingo, 20 de JulhoDanças Ocultas (Portugal), 21h30, Porto Covo

- Asha Bhosle (Índia), 23h00, Porto Covo

- A Tribute to Andy Palacio feat. Special Guests (Belize / Honduras), 00h30, Porto Covo

Segunda-feira, 21 de Julho

- Moscow Art Trio (Rússia / Noruega), 22h00, Auditório do CAS

- Lo Còr de la Plana (Occitânia), 23h30, Auditório do CASDanae (Portugal), 01h00, Ruas do CAS

Terça-feira, 22 de Julho

- Iva Bittová (Rep. Checa), 22h00, Auditório do CAS

- Moriarty (EUA / França), 23h30, Auditório do CAS

- Dead Combo (Portugal), 01h00, Ruas do CAS

Quarta-feira, 23 de Julho

- Waldemar Bastos (Angola), 21h30, Castelo

- Justin Adams & Juldeh Camara (R. Unido / Gâmbia), 23h00, Castelo

- Kasaï Allstars (RD Congo), 00h30, Castelo

- Anthony Joseph & The Spasm Band feat. Joe Bowie (Trinidad / R. Unido / Estados Unidos), 02h30, Av. Praia

Quinta-feira, 24 de Julho

- Mandrágora & Special Guests (Portugal / Bretanha), 19h30, Av. Praia

- Marful “Salón de Baile” (Galiza), 21h30, Castelo

- Toto Bona Lokua (Antilhas Fr./Camarões/Congo), 23h00, Castelo

- Orquestra Baobab (Senegal), 00h30, Castelo

- Silvério Pessoa (Brasil), 02h15, Av. Praia

- Toubab Krewe (EUA), 03h45, Av. Praia

Sexta-feira, 25 de Julho

- Rachel Unthank & The Winterset (Reino Unido), 19h30, Av. Praia

- Asif Ali Khan & Party (Paquistão), 21h30, Castelo

- KTU (Finlândia/EUA), 23h00, Castelo

- Cui Jian (China), 00h30, Castelo

- Firewater (EUA), 02h15, Av. Praia

- Nortec Collective presents Bostich and Fussible (México), 03h45, Av. Praia

Sábado, 26 de Julho

- The Dizu Plaatjies’ Ibuyambo Ensemble (África Sul), 19h30, Av. Praia

- Koby Israelite (Israel / Reino Unido), 21h30, Castelo

- Rokia Traoré (Mali / França), 23h00, Castelo

- Doran - Stucky - Studer - Tacuma (Irl. / Suíça / EUA), 00h30, Castelo

- Antibalas (EUA), 02h30, Av. Praia

- Boom Pam (Israel), 04h00, Av. Praia


BILHETES

Concertos no Auditório do Centro de Artes (CAS): 10 euros / dia

Concertos nas ruas do Centro de Artes: entrada livre

Concertos em Porto Covo: 5 euros / dia

Concertos no Castelo: 10 euros / dia

Concertos na Avenida Vasco da Gama: entrada livre

25 maio, 2008

Palma de Oiro - 2008

A palma de oiro do 61º Festival de Cannes foi entregue pelo actor Robert de Niro ao realizador francês Laurent Cantet, pelo seu filme "Entre les murs" (entre paredes).


Sinopse:
Este filme retrata as dificuldades sentidas por um professor de francês numa turma problemática do 8º ano.

24 maio, 2008

Avódezanove e o Segredo do Soviético - Ondjaki


Ondjaki esteve de novo em Sines, na livraria A das Artes, para apresentar o seu novo livro.
Mais uma vez cativou pela sua simplicidade e sobretudo pela magnífica imaginação/
criatividade que coloca nas coisas mais simples da vida, e que obviamente transpõe para as suas histórias.

Ondjaki nasceu em Luanda, em 1977.
prosador e poeta, também escreve para cinema e co-realizou um documentário sobre a cidade de Luanda (“Oxalá cresçam Pitangas – histórias de Luanda”, 2006). É membro da União dos Escritores Angolanos. Alguns livros seus foram traduzidos para francês, espanhol, italiano, alemão, inglês e chinês.


LIVROS

“Actu Sanguíneu" (poesia, 2000);

"Bom Dia Camaradas" (romance, 2001);

"Momentos de Aqui" (contos, 2001);

"O Assobiador" (romance, 2002);

"Há prendisajens com o xão" (poesia, 2002);

"Quantas Madrugadas Tem a Noite" (romance, 2004);

“Ynari: a menina das cinco tranças” (infantil, 2004);

“E se amanhã o medo” (contos, 2005);

“Os da minha rua” (estórias, 2007);

“AvóDezanove e o segredo do soviético” (romance, 2008).


TRADUÇÕES

ITÁLIA
- “Il Fischiatore” - [O Assobiador]
Editora: Lavoro, 2005
Tradução de: Vincenzo Barca
- “Le aurore della notte” - [Quantas madrugadas tem a noite]
Editora: Lavoro, 2006
Tradução de: Vincenzo Barca


URUGUAY
- “Buenos días camaradas” - [Bom dia Camaradas]
Editora: Banda Oriental, 2005 (Uruguay only)
Tradução de: Ana García Iglesias


SUIÇA
- “Bonjour Camarades” - [Bom dia Camaradas]
Editora: La Joie de Lire (French rights), 2005
Tradução de: Dominique Nédellec
(also available in France)
- “Bom Dia Camaradas: Ein Roman aus Angola”
Editora: NordSüd 2006 (German rights), 2005
Tradução de: Claudia Stein
(also available in Germany)
- “Ceux de ma rue” - [“Os da minha rua”]
Editora: La Joie de Lire (French rights), 2007
Tradução de: Dominique Nédellec
(also available in France)


ESPANHA
- “Y si mañana el miedo” - [E se amanhã o medo]
Editora: Xordica, 2007, (Spanish rights)
Tradução de: Félix Romeo


INGLATERRA (UK)
- “The Whistler” - [O Assobiador]
Editora: Aflame Books, 2008
Tradução de: Richard Bartlett


CANADÁ
- “Good Morning Comrades” - [Bom dia Camaradas]
Editora: Biblioasis (rights for Canada/USA), 2008
Tradução de: Stephen Henighan


MÉXICO (em curso)
- “Buenos dias camaradas” - [Bom dia Camaradas]
Tradução de: Ana García Iglesias


CHINA / MACAU (em curso)
- “Uma escuridão bonita”
- “As asas do Golfinho”


PRÉMIOS:
- "Actu Sanguíneu" (poesia) Menção Honrosa no prémio António Jacinto (Angola, 2000).
- "E se amanhã o medo" (contos), Prémio Sagrada Esperança (Angola, 2004).
- "E se amanhã o medo" (contos), Prémio António Paulouro (Portugal, 2005).
- Finalista do prémio “Portugal TELECOM” (Brasil, 2007).

23 maio, 2008

Rokia Traoré no Festival Músicas do Mundo

Rokia Traoré, "a diva africana" regressa ao mítico palco do Festival Músicas do Mundo (FMM).

No dia 26 de Julho apresentará, no Castelo de Sines, o seu novo disco, “Tchamanché”.



18 maio, 2008

Feira do Livro de Lisboa


Pois é! Como o Eça se deve estar a rir com a nossa mentalidade tacanha!

A polémica que gira à volta da realização da feira deve-se à mera questão de pavilhões, barracas ou barraquitas, como queiram chamar-lhes!

Se a dita polémica se baseasse na falta de livros, de títulos recentes ou de escritores, mas não! Felizmente, temos muitos e bons escritores que publicam obras interessantes e de qualidade! E mesmo que não houvesse títulos recentes, há sempre o Pessoa, a Sophia, o Eugénio, o Torga, o Al Berto e tantos outros ...
Daí a minha indignação! Como se pode pensar, num país em que se lamenta constantemente a falta de hábitos de leitura, em privar os leitores e o público em geral do contacto directo com os escritores e com os livros.

Pois é Eça! Como vês NADA MUDOU, neste país.

17 maio, 2008

Dia Internacional de Museus


O Dia Internacional de Museus é celebrado no dia 18 de Maio em todo o Mundo.

Este ano, o tema escolhido pelo ICOM (International Council of Museums) é ”Museus como agentes de Mudança Social e Desenvolvimento”. Em Lisboa, os vários espaços museológicos criaram uma programação especial para a noite o dia , mas também para a noite da véspera.


Além dos museus e palácios dependentes do IMC, também os restantes museus integrados na Rede Portuguesa de Museus se associam às celebrações de 17 e 18 de Maio, com a promoção de um programa que inclui 348 actividades no total dos 52 museus envolvidos.

Em Lisboa surge uma novidade - a Rota dos Museus que se concretiza na disponibilização de 2 autocarros que farão o percurso Saldanha – Palácio da Ajuda passando por vários museus, devidamente assinalados no percurso.

A viagem terá a duração de 60 mn e terá lugar no dia 17 de Maio das 9h00 às 24h00 e no dia 18 de Maio das 10h00 às 18h00.

Salvador Dalí (1904-1989)




A inauguração da nova galeria do Centro Português da Serigrafia no CCB(nova galeria na Loja nº 7), é assinalada com uma exposição de Salvador Dalí "100 Gravuras da Divina Comédia de Dante - o Inferno"

Para além deste espaço, a mostra organizada pelo CPS pode também ser vista até ao dia 25 de Maio, na sede do CPS, a São Bento - o "Purgatório" e o "Paraíso", na Galeria das Twin Towers, em Campolide.

As séries "Inferno", "Purgatório" e "Paraíso" mostram a visão de Dalí sobre esta alegoria poética de Dante (1265-1321), um dos maiores poetas renascentistas, que a terá criado entre 1307 e 1321, reflectindo uma cosmovisão medieval. O poema escrito em tercetos, divide-se em três partes e em cem Cantos, no decurso dos quais o Poeta realiza uma viagem imaginária, primeiro aos círculos infernais, acompanhado por Virgílio, até ao centro da terra onde se encontra Lúcifer, depois regressando à superfície terrestre, sobe a montanha do purgatório, para, guiado pela sua amada Beatriz, ser admitido no paraíso, de onde voando pelos nove céus, termina a maravilhosa viagem na contemplação divina.

IV Festival Internacional de BD em Beja


Entre os dias 10 e 25 de Maio, o Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja volta a arrastar a cidade para o mundo das imagens.

O Festival estende-se por todo o centro histórico - 16 exposições, distribuídas pelos seguintes espaços:
- Casa da Cultura (o núcleo principal do evento),
- Biblioteca Municipal de Beja - José Saramago,
- Conservatório Regional do Baixo Alentejo,
- Museu Jorge Vieira - Casa das Artes,
- Museu Regional de Beja,
- Pousada de S. Francisco.

Cerca de 500 pranchas de banda desenhada em exposição, mais de 80 autores de países como a Alemanha, o Brasil, a Espanha, os Estados Unidos, a França, a Inglaterra, a Itália e Portugal, no maior evento ligado à banda desenhada do Sul do país.

14 maio, 2008

Obra de Le Corbusier no Museu Berardo

"Le Corbusier, Arte da Arquitectura", exposição que vai estar patente no museu Berardo, em Lisboa de 19 de Maio a 17 de Agosto.

A retrospectiva do "arquitecto do século" divide-se em três módulos:

- Contextos

- Privacidade e Publicidade

- Arte Construída

Apresenta-se, assim, a possibilidade de observarmos e compreendermos a evolução do pensamento do arquitecto,urbanista, pintor e designer francês, de origem suiça, Charles-Edouard Jeanneret (1887-1965.

13 maio, 2008

Festival de Cannes 2008 _2

Este ano, o Festival de Cinema de Cannes vai abrir com "Blindness", a adaptação cinematográfica do livro de José Saramago - Ensaio sobre a Cegueira -

O seu realizador é o brasileiro Fernando Meirelles e conta com o seguinte elenco: Julianne Moore,
Mark Ruffalo,
Danny Glover
Gael Garcia Bernal,
Alice BRAGA,
Yusuke ISEYA,
Yoshino KIMURA,
Don MC KELLAR
Sandra OH


O fio condutor do romance é a cegueira que leva não só as personagens como também o leitor a reflectirem sobre as relações entre o individual e o coletivo.
A "cegueira branca" é o símbolo do discurso da perplexidade. É a fantasia de um autor que nos relembra "a responsabilidade de ter olhos quando os outros os perderam".

Numa mescla de literatura e sabedoria, José Saramago obriga o leitor a reflectir, a fechar os olhos e a ver. Resgatar a lucidez e o afecto numa sociedade em crise é afinal a principal mensagem.


Trata-se de uma livro excepcional , revelador da extrêma lucidez do seu autor perante a nossa sociedade.
Aguardemos pela exibição do filme em Portugal.

12 maio, 2008

Poema de Al Berto

no exíguo espaço do corpo ou da casa
tentas perpetuar a forma dos brinquedos acesos
por um misterioso cordel de poeira luminosa

sabes como é falso o tempo das imagens
dos gestos inacabados que te evocam o rosto
perdido no confuso sémen dos sonhos

e ao anoitecer adquires nome de ilha ou de vulcão
deixas viver sobre a pele uma criança de lume
e na fria lava da noite ensinas ao corpo
a paciência o amor o abandono das palavras
o silêncio
e a difícil arte da melancolia


O Livro dos Regressos, Al Berto(1989)

11 maio, 2008

Obrigada Rui Costa



E hoje, é Rui Costa, o maestro, que após o Benfica/Vitória de Setúbal (3-0) se despediu dos relvados de futebol. Mas felizmente, para os adeptos benfiquistas, e para o Benfica, vai permanecer na direcção do clube e assim dedicar-se com alma, como sempre o fez como jogador, ao seu clube de eleição. Que também é o meu!

Merci encore Pedro Pauleta

Merci Pedro Pauleta


Pedro Pauleta despediu-se, ontem, no jogo PSG/Saint-Etienne,em Paris no Parc des Princes.
Pedro Miguel (como é conhecido pelos parisienses) muito comovido agradeceu os fortes aplausos da bancada e depois dirigiu-se à imprensa para formalizar a sua saída do futebol francês.






Les adieux de Pauleta au Parc des Princes. - Videos Sport365.fr
Les adieux de Pauleta au Parc des Princes. - Videos Sport365.fr

10 maio, 2008

Festival de Cannes 2008


O cartaz do Festival de Cannes 2008 é uma foto de David Lynch, traduzida para cartaz pelo designer Pierre Collier.
Esta homenagem ao talento de David Lynch dará o mote du 61º Festival de Cannes.

GAL


Filme promocional

Actores : José Coronado, José Garcia, Natalia Verbeke, Bernard Le Coq, Jordi Molla, Ana Alvarez
Réalisateur: Miguel Courtois
Duração: 01:45:00
Data da estreia: 7.mai.2008
Género: Drama

Espana, anos 80 : o país é marcado diariamente pelos atentados da ETA, movimento separatista basco, aos quais responde a violência do GAL, grupo Anti-terrorista de Libertação. Manuel Mallo e Marta Castilho, jornalista de um diário nacional, são contactados por uma "toupeira" que afirma poder fornecer-lhes a prova da ligação do GAL com altos responsáveis do governo espanhol. Motivos suficientes para provocar o escândalo do século, na condição de se estar pronto em arriscar a sua vida em troca da informação...

09 maio, 2008

Mai 68 expliqué à Nicolas Sarkozy


Liquidar ? Esquecer ?

No dia 29 de Abril, André et Raphaël Glucksmann, pai e filho, encontram-se em Bercy quando Nicolas Sarkozy profere um discurso violento contra o Maio 68. Ele promete enterrar Maio. Mas Sarkozy não será também ele um dos muitos herdeiros rebeldes dessa época?

De Montaigne a Cohn-Bendit et Sarkozy, passando por Stendhal et Shakespeare, o leitor é convidado a viajar pelos meandros de uma revolução permanente. A revolução da liberdade humana.

04 maio, 2008

Poema à MÃE de Eugénio de Andrade

Gustav Klimt (1862-1918)
"The Three Ages of Woman", 1905

Mother and Child
(detail from The Three Ages of Woman), 1905

Poema à Mãe

No mais fundo de ti,
eu sei que traí, mãe.

Tudo porque já não sou
o menino adormecido
no fundo dos teus olhos.

Tudo porque tu ignoras

que há leitos onde o frio não se demora
e noites rumorosas de águas matinais.

Por isso, às vezes, as palavras que te digo

são duras, mãe,
e o nosso amor é infeliz.

Tudo porque perdi as rosas brancas

que apertava junto ao coração
no retrato da moldura.

Se soubesses como ainda amo as rosas,

talvez não enchesses as horas de pesadelos.

Mas tu esqueceste muita coisa;
esqueceste que as minhas pernas cresceram,
que todo o meu corpo cresceu,
e até o meu coração
ficou enorme, mãe!

Olha - queres ouvir-me?
-às vezes ainda sou o menino

que adormeceu nos teus olhos;
ainda aperto contra o coração
rosas tão brancas
como as que tens na moldura;

ainda oiço a tua voz:
Era uma vez uma princesa

no meio de um laranjal...

Mas - tu sabes - a noite é enorme,

e todo o meu corpo cresceu.
Eu saí da moldura,
dei às aves os meus olhos a beber.


Não me esqueci de nada, mãe.
Guardo a tua voz dentro de mim.
E deixo-te as rosas.

Boa noite. Eu vou com as aves.

in "Os Amantes Sem Dinheiro" (1950)

03 maio, 2008

Maio 68


Boekhandel Selexyz Dominicanen, Maastricht






Esta livraria existe desde finais de 2006, na cidade holandesa de Maastricht
Trata-se de uma antiga igreja Dominicana de 800 anos de idade. Um dos principais desafios apresentado aos arquitectos Merkx e Girod foi manter a fidelidade do charme presente e obter um amplo espaço comercial.
A igreja tem uma área em planta de apenas 750m2, e a área requerida era de 1200m2, assim a proposta foi de criar grandes estruturas metálicas para as grandes estantes que abrigariam os livros.
O acesso ao segundo andar dá -se por meio de escadas e elevadores, levando os clientes "mais perto do céu", já que quase se toca com a mão os frescos do tecto.

O Ateneo em Buenos Aires




Em Fevereiro de 2000, o grupo editorial Ilhsa arrendou o edifício do antigo cine-teatro Gran Splendid por dez anos e, para transformá-lo em livraria, contratou Fernando Manzone.
A essência do trabalho, segundo o autor, consistiu em respeitar, conservar e restaurar a construção original, de 1903, adaptando-a às necessidades da nova função.

As 10 mais belas

O jornal The Guardian divulgou as 10 livrarias mais belas do mundo.

1) Boekhandel Selexyz Dominicanen in Maastricht

2) El Ateneo in Buenos Aires

3) Livraria Lello in Porto

4) Secret Headquarters comic bookstore in Los Angeles

5) Borders in Glasgow

6) Scarthin's in the Peak District

7) Posada in Brussels

8) El Péndulo in Mexico

9) Keibunsya in Kyoto

10) Hatchards in London

Livraria Lello



A bela livraria Lello, reconhecida internacionalmente, foi considerada a terceira mais bela pelo The Guardian.


A primeira é uma antiga igreja de Maastricht, Holanda, e a segunda El Ateneo, em Buenos Aires, é um antigo teatro.


No dia 13 de Janeiro de 1906 inaugurava, no Porto,na Rua dos Carmelitas nº 144, a Livraria Lello, causando grande impacto no meio cultural da época. Na presença de muitos homens de Letras, por exemplo – Aurélio da Paz dos Reis, José Leite de Vasconcelos, Guerra Junqueiro, Afonso Costa e Abel Botelho, um espaço cultural e comercial, que se tornou num dos ex-libris da cidade do Porto.

O edifício, de carácter ecléctico, com fachada neogótica, foi concebido segundo projecto do engenheiro Xavier Esteves.
Um conjunto em que a arquitectura e os elementos decorativos deixam transparecer o estilo dominante naquele início de século. De facto, a Livraria Lello é um dos mais emblemáticos edifícios do neogótico portuense, ainda que ligeiramente tardio, mas em perfeita actualidade com algumas das tipologias estéticas da época, a que a literatura não foi alheia.


Museu do Oriente


NOVO MUSEU DO ORIENTE

INAUGURAÇÃO 9, 10 e 11 de MAIO

O Museu do Oriente abre as suas portas na zona ribeirinha de Lisboa (edifício Pedro Álvares Cabral, mais conhecido como antigo armazém frigorífico de Alcântara).
Trata-se de um acervo duplo:
1) espólio que tem vindo a ser reunido pela Fundação Oriente desde 1988,
2) colecção Kwok On, incorporada em 1999. Só esta colecção, de arte popular asiática, possui mais de 13 mil peças e inclui trajes, marionetas, máscaras, pinturas, porcelanas, objectos rituais, lanternas, dragões, jogos e estátuas.

02 maio, 2008

Le Mont Saint-Michel


video de: adhardehadres

O Mont-Saint-Michel festeja, no dia 1 de Maio os seus 1300 anos. As comemorações da fundação da abadia decorrerão até 2009.

Segundo a lenda, foi em 708 que o bispo Aubert, inspirado pelas aparições do anjo Michel , decidiu contruir un santuário na ilha rochosa Mont Tombe. A abadia evoluirá ao longo dos tempos para se tornar num símbolo arquitectónico. A estátua de Saint Michel, colocada no seu topo, atraiu, desde logo curiosos e peregrinos do mundo inteiro.

Hoje, é o terceiro sítio turistico mais visitado em França, logo após a Tour Eiffel e o palácio de Versailles.

01 maio, 2008

Être seul avec le monde entre les mains

Lire c’est s’absenter du monde
lire c’est retrouver le monde
lire c’est être seul avec le monde entre les mains
lire c’est être seul en compagnie des autres
lire c’est réfléchir avant de passer à l’acte
lire c’est prendre le temps de penser
lire c’est imaginer imaginer c’est se mettre à la place de l’Autre
lire est un humanisme
lire c’est être avec l’autre et avec soi-même
lire et écrire c’est le début de l’appartenance au monde
chacun devrait pouvoir lire et écrire dans sa langue
lire c’est être seul et pourtant faire partie du monde

Écrire c’est répondre à cette solitude
sans la remplir
sans imaginer la combler
écrire c’est affronter le vide
écrire c’est être à côté du lecteur
ni à sa place ni au-dessus
écrire c’est compter sur l’intelligence
écrire c’est être seul aussi
mais pas tout seul pas isolé
écrire c’est chercher l’Autre en soi
on peut en faire une maladie
on peut en faire un métier
on peut en faire une extase
écrire c’est incontrôlable mais c’est grammatical
écrire c’est poser des questions sans réponse
écrire c’est répondre à des questions pas posées
écrire c’est refuser les mots de la concorde comme ceux de la discorde
écrire c’est semer le désordre en ravivant la langue
écrire est un humanisme et une malédiction
écrire me tient debout mais creuse aussi des gouffres

Marie Darrieussecq, in Label France, nº69, 1er trimestre 2008